• DebateZeiros

URT 1x1 Cruzeiro: Empate e nenhum ponto positivo.


O Cruzeiro viajou à Patos de Minas para enfrentar a URT. O confronto dos invictos terminou empatado. Mano Menezes poupou boa parte do time, mas manteve a dupla de volantes titular. Iniciaram a partida Rafael; Mayke, Léo, Caicedo, Fabrício; Cabral, Henrique e Alex, Rafinha, Alisson e Ábila. Os donos da casa foram à campo com Juninho, Everton, Rodolfo, Luan, Fabinho Alves, Jô, Cascata, Allan Dias, Carlinhos, Marques e Edmar.

O primeiro tempo foi bastante truncado. O adversário, que mostrou conhecer os atalhos do gramado, apostou em ligação direta para a dupla de ataque, que originou as suas melhores oportunidades. O Cruzeiro mostrou dificuldades com o gramado e errou muitos passes, além de alguns jogadores não estarem em uma tarde inspirada. Os lances de perigo, de ambas equipes, saíram de cruzamentos e chutes de fora.

Para o segundo tempo, Mano promoveu a entrada de Sóbis em lugar de Alex. De fato, o jovem jogador não fez uma boa partida. Com a alteração, a equipe ficou sem um armador e passou a jogar na base da ligação direta, mas a postura Cruzeiro mudou: O time mostrou mais vontade de chegar à vitória, criou mais e as mais claras oportunidades de gol. A URT tentava explorar o contra-ataque, mas sem perigo.


Aos 16 Rafinha sofreu pênalti. Ábila, que estava apagado na partida, converteu. Após o gol, a equipe celeste se acomodou e a URT se lançou ao ataque. Aos 21 entraram Rafael Oller e Gabriel Ceará em lugar de Edmar e Marques. Mesmo sacando um atacante por um meia, o time de Patos continuou a atacar e chegou ao empate em uma bobeira da dupla de volantes celestes. Carlinhos tocou entre a defesa, Gabriel recebeu cara a cara com Rafael e mandou para as redes. Após o empate, Mano trocou Alisson por Élber e pouco depois Rafinha por Diogo Barbosa, que atuou como meia aberto na esquerda, assim como no Botafogo. Infelizmente as alterações não surtiram efeito e, mesmo após uma pressão celeste nos minutos finais, o placar não foi alterado.

A URT tem muito mérito pelo resultado. É até o momento o melhor time do Interior do estado, mas ficou nítido que o gramado ruim dificultou bastante para os atletas do Cruzeiro. Mesmo assim, o time não pode se acomodar como aconteceu após o gol de Ábila. Mano Menezes revelou na coletiva que Arrascaeta não tinha condições de jogo. O resultado não agrada a torcida, contudo, analisando toda a conjuntura, Início de temporada, carga de jogos “quarta-domingo” e o jogo sendo realizado em um “pasto”, podemos dizer que Mano acertou ao poupar jogadores. Uma pena reservas como Élber, Fabrício e Alex não corresponderem. Talvez o empate seja até bom para conter o “oba-oba” de parte da torcida e até de alguns meios de comunicação. O próximo compromisso é quarta-feira pela Copa do Brasil. Mano já adiantou que, havendo condições de jogo, Thiago Neves inicia como titular. Portanto: #BoraProMineirão #FechadosComOCruzeiro

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco