• Bruno Mendes

Inauguração do Estádio do Barro Preto

Em 2 de janeiro de 1921 nascia o maior time de MG e um dos maiores do Brasil, o Cruzeiro surgia com o nome de Societá Sportiva (Palestra Itália), afinal foram desportistas da colônia italiana que fundaram o time Cinco Estrelas. Os italianos tinham em suas mentes que esse time seria grande e necessitava de um estádio. Indo na contra mão dos times de Belo Horizonte, onde todos solicitaram ajuda financeira para a prefeitura para adquirir o terreno para construir o seu estádio, o Cruzeiro adquiriu um terreno da prefeitura equivalente ao tamanho de um quarteirão por cerca de 50 mil réis por conta própria.

Estádio do Barro Preto

O estádio foi construído e já recebia jogos desde o 1° de julho, porém foi estreado oficialmente no dia 23/09/1923 contra o Flamengo, aproveitando a data da unificação da Itália. O jogo tem um público de 4.000 pessoas, onde assistiram o maior de MG empatar com o Mengão por 3 x 3, gols de Heitor e Ninão (2). O cruzeiro como um bom anfitrião entregou a taça do jogo amistoso para o visitante que empatou nos domínios mineiros. O clima amistoso entre as torcidas já eram relatadas pelos jornalistas da época, que futuramente se tornaria em uma amizade que foi demostrada no final da Copa do Brasil de 2017, no jogo de ida no Maracanã, no qual resultou no empate de 0x0.

Foi neste estádio que o Cruzeiro conquistou os seus primeiros títulos, em 1928 o Maior de Minas vencia o primeiro Campeonato Mineiro, que deu inicio ao tricampeonato nos 2 anos seguintes.

Em 1945 o estádio do Barro Preto foi reformado contando com a ajuda dos torcedores, contribuindo cada um na época com mil cruzeiros. As cadeiras de madeira deram espaço a onze degraus de cimento com a extensão de 250 metros, aumentando assim para 15.000 lugares para o público.

O Cruzeiro jogou nesse estádio até a criação do Mineirão, mais conhecido como Toca III, em 1965. Com a construção do Gigante da Pampulha, o Cruzeiro já não jogava mais no Barro Preto, pois as suas glórias já eram evidentes, os seus torcedores eram muitos e não comportavam no Estádio do Barro Preto. Uma vez que a quantidade de sócios ia aumentando e o estádio ficando obsoleto, esse espaço se tornou o Clube Campestre do Barro Preto, para atender melhor os seus torcedores.

Por: Bruno Mendes

Fontes:

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco