• Ezequiel Silva

Fora Pezzolano!

Este texto é um desabafo!


Há 3 anos que viemos sofrendo com treinadores sem padrão de jogo e jogadores medíocres, resultando em times ridículos, sem alma e nenhum respeito pela história do Cruzeiro. A consolidação da SAF era mais uma - senão a última - esperança de montarmos um time competitivo, com estilo de jogo diferenciado e que nos permitisse sonhar com o acesso à Série A ao final do ano e com a volta aos melhores anos da vida cruzeirense.


Contudo, o limitado uruguaio Paulo Pezzolano tem confirmado as piores previsões sobre o seu trabalho aqui em Minas Gerais. O que temos visto é um Cruzeiro mal treinado, mal dirigido, totalmente sem esquema tático e com urgente carência de um treinador. O que Pezzolano nos apresenta é mais do mesmo: um Cruzeiro previsível.

Paulo Pezzolano - o treinador do Cruzeiro. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro


Em campo, já na escalação, podemos perceber a limitação do hermano, com escalações mirabolantes, sem coerência e que desagradam à maioria da torcida. Durante as partidas, a loucura do uruguaio é ainda pior: numa flagrante demonstração de total desconhecimento do seu elenco, o “Papa” é capaz de recorrer a substituições estranhas e a invenções dignas de fazer inveja até mesmo no Professor Pardal, gerando verdadeiros remendos de time…


As vitórias que outrora vêm acontecendo não são outra coisa senão obras do acaso, frutos da bondade dos deuses do futebol, para com a boa pinta do treinador. E sua comissão técnica não foge à regra da mesma incompetência.


Sinto saudades dos bons tempos onde tínhamos um time para apoiar, formado por jogadores competentes e comprometidos com a causa do clube. Esse amontoado que aí está, e dirigido como é, não agrada em nada à torcida.


Que Paulo Pezzolano e sua comissão tenham a hombridade de pedir sua demissão, antes que a própria torcida os retire do banco de reservas - o que pode acontecer já na próxima partida, diante do Sampaio Corrêa, quando 60 mil indignados devem lotar o Mineirão para vaiar o dito treinador. Vamos dar um basta nessa situação! Fora Pezzolano!


P.S. Este texto contém forte teor de ironia!


Um abraço aos amigos do DebateZeiros! #NuncaFomosTãoCruzeirenses



Por: Ezequiel Silva - @ezequielssilva89

Edição: Renata Batista - @Re_Battista