• Walace Alves

Quem é melhor: Mano Menezes ou Marcelo Oliveira?

Para muitos esta é uma pergunta sem cabimento, porque segundo eles não tem como comparar os dois técnicos com base na carreira de ambos. Para outros, ao contrário, é possível sim compará-los, apenas levando em conta os diferentes momentos na carreira de cada um.

Mano Menezes, atual técnico do Cruzeiro e Marcelo Oliveira, técnico de 2013 a 2015.

Como eu valorizo muito a liberdade de expressão e pensamento, sou e serei sempre favorável ao debate e entendo que é possível sim falar um pouco sobre os dois comandantes que no Cruzeiro tiveram os momentos de maior conquista da carreira.


Diante desta polêmica resolvi pesquisar um pouco mais a fundo sobre a trajetória dos dois aqui no Cruzeiro, mais detalhadamente, e em relação aos títulos conquistados em toda a carreira.


Vejam o que os números nos mostram sobre MO x MM:

Arte: Willian Silva - @wiilbg


O melhor ano do Marcelo Oliveira, em relação ao aproveitamento, foi 2013 com 142 gols marcados, 45 vitórias e 75,66%. 2014 o time teve 48 vitórias, 1 gol a menos e 70,18% de aproveitamento.


Já o melhor ano de Mano Menezes, em relação ao aproveitamento considerando temporadas completas, foi 2017 onde o time obteve 36 vitórias, com 112 gols feitos e um aproveitamento de 58,67%. Até o momento, 2018 apresenta a seguinte situação: 32 vitórias, 83 gols e um aproveitamento de 58,46% no geral.


Vantagem para Marcelo Oliveira já que o time marcava mais gols, conquistou mais vitórias e teve um aproveitamento melhor. E em relação as conquistas, qual o cenário entre os técnicos durante seus momentos a frente do time celeste?


Marcelo Oliveira foi campeão brasileiro por dois anos consecutivos (2013/14) e conquistou 1 Campeonato Mineiro. Mano Menezes também foi bicampeão (2017/18) só que da Copa do Brasil e, também, conquistou 1 título mineiro.


A grande ausência no que se refere a títulos é a Taça Libertadores da América, infelizmente para os torcedores celestes, ambos os técnicos falharam neste intento e não acrescentaram a vitoriosa galeria do time o tricampeonato sulamericano.


Dito isto, em termos de quantidade de títulos, temos um empate aqui, mas precisamos analisar a importância das conquistas e desta forma, mais um ponto pro Marcelo Oliveira, já que o Brasileirão é o principal e mais difícil campeonato nacional. Sendo assim, o placar fica: MO 2 x 0 MM.


Expandindo esta análise para a carreira completa dos treinadores, Marcelo Oliveira tem ainda no currículo 1 Copa do Brasil (2015 – Palmeiras), 2 campeonatos estaduais (2011/12 – Coritiba) enquanto o Mano tem 2 Campeonatos Brasileiros série B (2005 – Grêmio e 2008 – Corinthians), outra Copa do Brasil (2009 - Corinthians) e 3 campeonatos estaduais (2006/7 – Grêmio e 2009 – Corinthians).


Neste caso, o Mano leva vantagem e marca seu primeiro ponto, diminuindo a vantagem para 2 x 1.


É importante, também, analisarmos os times, os jogadores que estes treinadores escolhiam para mandar a campo, representar a equipe azul e branca. MO – Fábio, Mayke, Dedé, Léo, Egídio, Henrique, Lucas Silva, Everton Ribeiro, Goulart, Marcelo Moreno e Willian. Os detratores do Marcelo argumentam que com este time qualquer um seria campeão. Já Mano normalmente manda a campo: Fábio, Edilson, Dedé, Léo, Egídio, Henrique, Lucas Silva, Robinho, Arrascaeta, Thiago Neves e Barcos. Por sua vez, os detratores do Mano dizem que é muito talento e pouco futebol.


Um fato curioso e importante quando olhamos estas escalações é ver que mais da metade do time escalado por Marcelo Oliveira permanece no clube e ainda são os titulares de Mano, são eles: Fábio, Dedé, Léo, Egídio, Henrique e Lucas Silva.


As grandes perdas do time de 2013/14 foram, Everton Ribeiro e Goulart. As grandes reposições do time atual são: Thiago Neves e Arrascaeta. No nosso entendimento, temos um empate aqui, os 2 times são muito bons e se equivalem no quesito jogadores. Existe uma diferença em relação ao plantel, o time do MO tinha peças mais interessantes de reposição do que o atual, mas como conquistou campeonatos mais difíceis, o empate continua justo.


Placar MO 3x 2 MM.


Apesar das limitações táticas dos técnicos brasileiros e da previsibilidade que os times dos dois treinadores em questão apresentam, quando olhamos táticas, estratégias e formas de decidir um jogo é inegável que o MM apresenta um arsenal mais interessante e sólido em comparação ao MO, seus times são mais obedientes e entendem melhor o que o técnico deseja. Olha a retranca dando resultado aí e empatando o jogo: 3 x3.


Outro aspecto importante para um líder, um treinador é a gestão do grupo. Neste quesito, o comportamento dos jogadores, titulares e reservas, as entrevistas, os boatos e os vazamentos indicam que o MM tem uma capacidade muito maior e sabe bem como trabalhar seus times, em comparação ao MO. O ponto fora da curva do gaúcho foi sua passagem pelo Flamengo. Quem diria, o time do Mano fazendo 4 gols! Mas é verdade, aqui também o atual treinador celeste ganha do MO, vira-vira! MM 4x 3 MO.


O jogo tá chegando ao fim e o time de Mano, agora todo atrás só espera o apito do juiz! Rsrs...

A ideia deste texto hoje foi de uma maneira simples, democrática e não ofensiva falar um pouco destes dois profissionais do futebol.


E pra finalizar, não vou me furtar de opinar sobre esta questão, pra mim também Mano é melhor do que o Marcelo, sem dúvida nenhuma, tem mais capacidade e conhecimento, mas o jeito que ele entende e faz seus times jogarem não é o meu preferido, penso que podemos ser competitivos e jogar um futebol mais envolvente! Estas ideias não são excludentes e podem, sim, ser complementares! E você, o que pensa sobre isto? Fala ai.


Saudações celestes!


Por: Walace Alves - @Blog_Tendencias


Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco