Palmeiras 0x1 Cruzeiro: Vitória na raça e superação

13/09/2018

Mais uma vez impecável fora de casa na Copa do Brasil, o Cruzeiro bate o Palmeiras e garante vantagem na semifinal.  Nesta quarta-feira, a Equipe Celeste venceu a equipe de Felipão por 1 a 0, em pleno Allianz Parque e agora depende apenas de um empate no duelo de volta, em Belo Horizonte, para ir para a decisão do torneio nacional, pela segunda vez seguida.

 

O único gol do duelo foi marcado pelo atacante Hernán Barcos. Ele aproveitou ótimo passe de Robinho aos 4 minutos do primeiro tempo e tocou por cima de Weverton.

Primeiro jogo da semifinal entre Palmeiras x Cruzeiro pela Copa do Brasil 2018, no estádio Allianz Parque em São Paulo. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro E.C.

 

 

O JOGO

 

Primeiro tempo

 

O Palmeiras começou o jogo partindo para cima e criou grande chance logo aos 4 minutos: Dudu lançou Borja em profundidade, o colombiano ganhou no corpo de Dedé e disparou de esquerda, para grande defesa de Fábio. No contra-ataque, o Cruzeiro foi mortal. Depois de ótima troca de passes, Robinho deu ótimo passe para Barcos, que dominou na marca do pênalti e deu um leve toque por cima de Weverton para abrir o placar no Allianz Parque, 1x0.

 Gol de Hernán Barcos - Palmeiras 0x1 Cruzeiro

 

Apesar do gol, o Time Estrelado mostrou dificuldade pra criar as jogadas e para marcar as principais investidas do Palmeiras no primeiro tempo e precisou contar com as defesas de Fábio. Aos 10 minutos, Dudu recebeu na esquerda, fintou Edilson e bateu cruzado. A bola raspou a trave esquerda e foi pra fora. Aos 13 minutos, Moisés chegou na linha de fundo sem muita dificuldade e deu assistência para Willian, que finalizou, a bola desviou em Léo e tocou o travessão. Logo, aos 28 minutos, foi Borja que por muito pouco não marcou. Ele recebeu na entrada da área, dominou, mas acertou a rede pelo lado de fora.

 

Na última chance do primeiro tempo, Thiago Neves aproveitou saída errada do Palmeiras e rolou para Arrascaeta chegar finalizando. Weverton, saiu muito bem e impediu a finalização do uruguaio na pequena área.

 

Segundo tempo

 

Na volta do segundo tempo, o Cruzeiro reforçou sua estratégia. Com a vantagem na partida, o time consertou a marcação e conseguiu conter a pressão do Palmeiras, especialmente nas tentativas de finalizações pelos lados de campo. Só com 18 minutos o time palmeirense conseguiu criar uma oportunidade. Bruno Henrique deu bom passe em diagonal para Mayke, que tentou chute cruzado. Fábio segurou firme e não deu rebote. Mas o Cruzeiro se defendia bem, e conseguiu anular a maior parte das chegadas do Palmeiras.

 

Foi apenas com 34 minutos que os paulistas conseguiram chegar novamente. Moisés fez grande passe para Lucas Lima, que finalizou cruzado, de perna direita, a bola passou perto do gol de Fábio. Pouco depois, o lateral direito Edílson fez falta na entrada da área e levou cartão amarelo. Ao desabar com os companheiros do seu time, o árbitro Wagner Reway, acabou tirando o cartão vermelho e deixou o Time Estrelado com um a menos até o final.

 

Em boa troca de passes, o Palmeiras chegou mais uma vez com Dudu pela esquerda, mas Fábio saiu com o corpo e conseguiu impedir o empate. Nos acréscimos, o lateral Egídio errou ao tentar mandar uma bola para escanteio e quase marcou contra. Para nossa sorte, Fábio fez defesa milagrosa e conseguiu impedir o gol do Palmeiras já no finalzinho. Ainda houve tempo para Lucas Lima acertar o travessão do Time Celeste, em uma bomba de perna direita e para a arbitragem anular gol de Antônio Carlos, alegando que houve trombada e falta no goleiro Fábio no lance. “E ouve mesmo”.

 

ESTATÍSTICAS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Opinião: O Cruzeiro quase matou o jogo no primeiro tempo, se comportou bem, na etapa final não conseguiu atacar e apenas se defendeu e teve mérito nisso. Foram poucas chances claras do Palmeiras, que pressionou bastante. Mas a Equipe Celeste marcou bem e conseguiu um excelente resultado.

É impressionante a maturidade desse elenco, o time não joga aquele futebol bonito, mas nas Copas apresentam o controle necessário para conseguir resultados positivos. É focar no segundo jogo e decidir em casa com tranquilidade.

 

Pontos positivos: Um dos melhores em campo Dedé: 17 rebatidas na partida, 3 desarmes certos e nenhum passe errado, tudo isso, 24 horas depois de servir a seleção e 12 horas de voo. Fábio também foi bem mais uma vez, Egídio se portou muito bem defensivamente, Henrique pelo posicionamento e Barcos pelo gol e movimentação.

 

FICHA DO JOGO

 

PALMEIRAS 0X1 CRUZEIRO

 

Motivo: Jogo de ida das semifinais da Copa do Brasil

Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)

Data e horário: 12 de setembro de 2018 (quarta-feira), às 21h45

Árbitro: Wagner Reway (FIFA/MT)

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA/BA) e Fabrício Vilarinho da Silva (FIFA/GO)

Árbitro de vídeo: Péricles Bassols Pegado Cortez (PE)

Gols: Barcos (4'1ºT)

Cartões amarelos: Thiago Santos, Dudu (Palmeiras); Leo, Fábio, Edilson (Cruzeiro)

Cartão vermelho: Edilson (Cruzeiro)

Público: 32.960

Renda: R$2.732.380,90

 

Palmeiras: Weverton; Mayke, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos (Lucas Lima) e Bruno Henrique; Willian, Moisés e Dudu; Borja.

Técnico: Luiz Felipe Scolari

 

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Dedé, Leo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Robinho (Bruno Silva), Thiago Neves e Arrascaeta (Rafinha); Barcos (Raniel).

Técnico: Mano Menezes

 

#AvanteCruzeiro

 

Por: Vinícius Matias - @viniciusmatias1

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco