• DebateZeiros Cruzeiro

Cruzeiro 1x0 Grêmio (3x2): Partiu, RJ!

Estamos na final! Mais uma vez no confronto a arrogância gaúcha durante a semana foi castigada, parece que o time gaúcho não aprende! Em seis confrontos eliminatórios entre Cruzeiro e Grêmio, nos classificamos em cinco. Para esta partida decisiva Mano Menezes surpreendeu a todos e escalou Élber titular. O time iniciou com Fabio, Ezequiel, Léo, Murilo, Diogo Barbosa; Henrique; Elber, Hudson, Robinho, Alisson; Thiago Neves. Do lado Gremista, Renato Gaúcho levou a campo: Marcelo Grohe; Edílson, Bressan, Kannemann e Cortez; Arthur, Ramiro e Michel, Pedro Rocha, Luan e Lucas Barrios.

Créditos de Imagem: Washington Alves - Agência Light Press

Ao escalar Élber como titular, Mano Menezes também alterou o esquema tático dos jogos anteriores, alternando para o 4-1-4-1, com Thiago Neves mais adiantado. A ideia era povoar mais o meio campo no primeiro tempo para encaixar a marcação e não deixar o meio do Grêmio jogar. E funcionou bem nesse aspecto. Ofensivamente Thiago Neves acabou ficando muito isolado e os meias não conseguiram chegar tanto.

No intervalo, Mano tirou Élber, que pouco produziu, e colocou Raniel. Dessa forma voltou para o esquema tático mais parecido com o dos jogos anteriores. E o garoto entrou infernizando a defesa gaúcha! Ganhava todas as divididas, o que permitiu o time do Cruzeiro se adiantar mais no campo e dominar completamente a partida. Os jogadores mostravam uma garra absurda quando perdíamos a posse de bola. Até que em um escanteio Hudson subiu muito e com uma cabeçada perfeita fez o Mineirão explodir!!

Esquemas usados por Mano. Primeiro e segundo tempo.

A frente no placar, o Cruzeiro passou a fazer um jogo mais equilibrado e inteligente, até pelo desgaste físico. Mas continuava marcando bem. Alisson que fez uma boa partida, com a raça de sempre, saiu para entrada de Arrascaeta. Logo na primeira jogada o Uruguaio driblou a defesa Gremista toda pelo lado esquerdo mas não conseguiu concluir. O camisa 10 mostrou como sempre uma qualidade ofensiva, mas defensivamente para atuar na função de Alisson não dá certo. Se posiciona mal e em uma oportunidade quase comprometeu ali.

Ao se aproximar do fim da partida as duas equipes pareciam não ter mais forças para buscar o gol que lhes daria a classificação. Mano ainda colocou Sóbis em campo, obviamente para as cobranças de pênaltis (e como valeu!). Apito final, 1 a 0 e fomos para os pênaltis!

Dessa parte pouco posso falar, sentado na cadeira do Mineirão só esperava a reação da torcida para saber o que acontecia. Pelo lado Celeste Robinho e Murilo desperdiçaram suas cobranças. Já o Grêmio mandou duas na trave e na ultima da série Fábio defendeu com a perna. Coube a Thiago Neves o protagonismo e o dever de fazer o Mineirão explodir na última cobrança. E ele não decepcionou, deslocou o goleiro e colocou a bola com muita categoria no outro canto. Foi com muita emoção, mas tiramos o Grêmio mais uma vez! A freguesia continua, voltem sempre!

Opinião #DebateZeiros: O Cruzeiro dominou completamente o Grêmio no Mineirão e mereceu a classificação. Colocamos os arrogantes gaúchos em seu lugar. Fizemos uma partida muito inteligente e com uma garra que há muito não se via no Cruzeiro. Nenhum jogador exitava ao ter que ir disputar uma bola. Todos chegavam pra rachar, mas sem ser na maldade.

Durante a semana Mano deu uma entrevista falando que o Cruzeiro venceria por 3 a 1, passando a impressão que jogaria pra cima em busca dos 3 gols. E não foi o que aconteceu. Mais do que certo ele, não se ganha mata-mata fazendo esse tipo de jogo.

Como pude escrever no final de semana, a vitória contra o Sport teve peso demais nesse confronto. Ficou claro como não pesou nada fisicamente, mas muito na confiança do time e de alguns jogadores. Curiosamente as maiores decepções no jogo foi de quem mais se esperava futebol, Thiago Neves e Robinho. Mas mesmo assim conseguiu ser decisivo na cobrança de escanteio e no penalti decisivo.

Por: Felipe Ávila - @FelipeAvilaP

🏆 Copa do Brasil - SemiFinal - Jogo de Volta 🏆

Data: 23/08/2017

Horário: 21h45

Local: Mineirão

PÚBLICO E RENDA

Público pressente: 50.243

Público pagante: 55.227

Renda: R$ 1.730.781,00

CRUZEIRO

Fábio; Ezequiel, Leo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson (Rafael Sóbis, aos 41’ do 2ºT), Robinho e Thiago Neves; Elber (Raniel, no intervalo) e Alisson (Arrascaeta, aos 29’ do 2ºT)

Técnico: Mano Menezes

GRÊMIO

Marcelo Grohe; Edilson, Bressan (Bruno Rodrigo, aos 40’ do 2ºT), Kannemann e Cortêz; Michel, Arthur, Ramiro (Fernandinho, aos 37’ do 2ºT) e Luan; Pedro Rocha e Lucas Barrios (Everton, aos 11’ do 2ºT)

Técnico: Renato Gaúcho

Gol:

Hudson aos 6' do 2ºT

Pênaltis:

✅ 0-1 - Fernandinho

✅ 1-1 - Rafael Sóbis

⛔️ 1-1 - Edilson

⛔️ 1-1 - Robinho

⛔️ 1-1 - Everton

⛔️ 1-1 - Murilo

✅ 1-2 - Arthur

✅ 2-2 - Raniel

⛔️ 2-2 - Luan

✅ 3-2 - Thiago Neves

Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães RJ - FIFA

Assistente 1: Rodrigo Henrique Corrêa RJ - FIFA

Assistente 2: Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha RJ - CBF

Cartões Amarelos:

Diogo Barbosa, Thiago Neves e Hudson;

Lucas Barrios, Cortez e Edílson

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco