• João Chiabi Duarte

Ceará 0 x 0 Cruzeiro – Evitar a derrota para resgatar a confiança

Mundo Azul,


As reminiscências de Ceará 0 x 0 Cruzeiro – A nossa situação continua complicada após este empate no Ceará. Todos sabem que os empates realmente não resolvem a nossa situação na tabela de classificação, mas, evitar a derrota no jogo desta quarta-feira, era fundamental para resgatar a nossa confiança e fazer acontecer a máxima de Will Rogers que diz “once in a hole, stop digging”, ou seja, quando estiver no buraco, a primeira coisa a se fazer é parar de cavar.


A situação da instituição Cruzeiro Esporte Clube continua preocupante, porque há um “racha” no clube que vem desde o momento que a situação ganhou as eleições no clube por pequena margem. A OPOSIÇÃO não digeriu bem a derrota e o nosso clube, vive um momento de dificuldade financeira jamais igualado em nossa história.


Não vou falar aqui de quem é a culpa, porque julgo que ambos os lados da questão têm falhas na condução deste processo. O clube precisa ser reunido, alguém que construa uma saída digna para este processo e que nos permita seguir adiante. A continuar este estado de coisas, nossa situação tende a piorar. Insisto, precisamos urgentemente delinear uma alternativa para que se passe a pensar no clube como prioridade, evitando-se o pior.


O clube precisa de mudança estruturais importantes e confio que há no mercado profissionais capazes de fazer a adequada engenharia financeira que encontre uma saída possível para o clube. Não é a toque de varinha de condão que isto vai acontecer.


Eu sempre defendi que os problemas se resolvem quando a gente realmente ataca as causas raízes e age sobre elas com um plano definido no qual cada um dos agentes saiba exatamente o seu papel no processo. É preciso que as pessoas “comprem a ideia” e se haja dentro dos limites definidos. Deposito aqui a minha confiança que dentro do nosso conselho e também no universo de cruzeirenses temos totais condições de reverter este quadro e reconduzir o Cruzeiro ao seu lugar, que é entre os melhores do Brasil.


Voltando ao jogo de hoje, vi Rogério Ceni repetir a escalação, poupando Thiago Neves, Edilson, Léo e deixando Fred começar no banco, na tentativa de dar mais velocidade ao time na frente.

Foto: Pedro Chaves/ Lightpress/ Cruzeiro

O Cruzeiro começou melhor o jogo e criou no primeiro tempo as melhores chances de marcar, novamente Pedro Rocha estava lá e perdeu as chances de gol. Este tem sido um diapasão recorrente dos nossos jogos. Vamos à frente, criamos chances, perdemos e vem o adversário e na primeira chance real que tem, marca. Só que hoje Fábio cismou que não iria deixar passar nada. Quando o sistema defensivo falhou, lá estava o nosso goleiro, nosso grande ídolo, um cara por quem tenho o maior respeito e consideração, para fazer a sua parte. Mesmo nos lances que os caras chutaram para fora, a saída de gol de Fábio foi precisa e dificultou sobremaneira a finalização dos jogadores do Ceará.


Pena que do outro lado o goleiro do Ceará Diogo Silva também estava em noite inspirada, assim, o jogo que foi bastante movimentado acabou sem abertura do placar.


Com este pontinho a gente desgarra dos 18, passa o CSA nos critérios de desempate e volta à portaria da zona, de onde não sairemos se Fluminense e CSA perderem os seus jogos contra Santos (no Maracanã) e Palmeiras (no Pacaembu). Não custa nada torcer.


Na próxima rodada vamos enfrentar o Goiás de Michael, Ney Franco, HeMan & Cia em Goiânia e vamos pegar os esmeraldinos vivendo um grande momento após aplicarem 3 x 0 no Fluminense em casa e surpreenderem ao São Paulo em pleno Morumbi, ganhando por 1 x 0.


Vai ser uma parada torta, mas, quando é assim, o Cruzeiro jogando de branco vai surpreender aos verdes lá e trazer um grande resultado, vencendo o time deles dentro da sua casa, quebrando o incômodo tabu de 23 jogos sem vitória como visitante no Brasileiro.


Quem viver verá... FORÇA CRUZEIRO.


☻ Os lances mais relevantes da partida:


☻ 1’ – Cobrança fechada de escanteio de Carletto que Fábio manda de novo a córner do outro lado. Ricardinho cobra, mas, a bola vai pela linha de fundo, sem perigo.

☺ 4’ – QUE CHANCE – Pedro Rocha rouba a bola da defesa cearense toca em Robinho que com muita visão de jogo lança a Marquinhos Gabriel que cruza, Pedro Rocha aparece, mas, infelizmente cabeceia por cima do gol, perdendo chance incrível.

☻ 6’ – Henrique faz falta na intermediária adversária. Carletto levanta a bola na área. Thiago Galhardo cabeceia, a bola resvala em Dedé e vai a córner. O time cearense pede toque na mão, mas, o VAR analisa o lance e manda o jogo seguir.

☺ 11’ – DE NOVO NÃO PEDRO ROCHA - Orejuela recebe na direita, no bico da área, e cruza na segunda trave. David escora de cabeça para Pedro Rocha, que recebe sozinho, mas finaliza muito mal, bota mal nisto, por cima do gol. O coração veio na boca, saiu um PALAVRÃO digno do famoso torcedor do River Plate Tano Tasmann.

☻ 15’ – Carletto solta a bomba da intermediária, mas, Fábio faz bem a defesa. Lembrar que Carletto jogando no Atlético-PR fez um gol de falta de longe no Fábio, mas, hoje vai fazer o nome do nosso goleiro. Com Fábio inspirado e firme, meio caminho andado.

☻ 19’ - QUE PERIGO - Samuel Xavier fica com a bola no meio e lança para Thiago Galhardo, que recebe nas costas de Dedé e finaliza de primeira, com a canhota, levando muito perigo ao gol de Fábio, que estava no lance. Se a bola vai no gol ele faria a defesa.

☺ 21’ – GOL ANULADO - Pedro Rocha recebe de Robinho, na grande área, e finaliza de perna direita, cruzado, no cantinho de Diogo Silva. O auxiliar, no entanto, assinala impedimento. VAR confirma a posição irregular do nosso atacante. Uma pena.

♣ Pedro Rocha se contunde no lance, tenta voltar, mas, não dá. Aos 25’ - Fred x Pedro Rocha.

☺ 26’ – DIOGO SILVA SALVA O CEARÁ – Éderson recebe de Robinho, passa por 2 marcadores e solta a perna esquerda, mas, para numa excepcional defesa de Diogo Silva.

☻ 28’ - Bergson recebe na entrada da área, gira e finaliza de perna direita, mas sem força, facilitando a defesa do Fábio.

☺ 33’ – Orejuela vai à linha de fundo e cruza na segunda trave, mas David cabeceia fraquinho, nas mãos de Diogo Silva. Kafunga diria: Ô mamãezinha, rapaz... não maltrata a gente não. Se cabeceasse com um mínimo de inteligência e vocação era gol certo.

☺ 34’ – Éderson recebe na entrada da área, escora para Marquinhos Gabriel, que domina e finaliza de canhota, com violência, levando muito perigo...raspou a trave.

☺ 40’ – Robinho tabela com Fred e arrisca do meio da rua, ao perceber Diogo Silva adiantado, mas, por capricho a bola sai pela linha de fundo, à esquerda do gol do Ceará.

☻ 44’ – GRANDE DEFESA DE FÁBIO -Ricardinho inverte bola para Bergson, que domina nas costas de Orejuela e finaliza com muita força, de canhota, mas Fábio, bem posicionado, manda pela linha de fundo.

☻ 45 + 2’ – FÁBIO DE NOVO - Ricardinho levanta bola na área, Thiago Galhardo sobe entre os zagueiros e cabeceia no cantinho, mas Fábio espalma pela linha de fundo. Na cobrança Carletto bate, a defesa alivia e o árbitro encerra o movimentado 1º tempo.

♣ 45 + 3’ – FIM DO PRIMEIRO TEMPO. Cruzeiro foi bem melhor que o Ceará, criou as melhores oportunidades, perdeu chances incríveis, mas, felizmente Fábio evitou que o Cruzeiro saísse de campo derrotado, evitando gols do adversário nos últimos minutos.

☻ 51’ – O time do Ceará sai em contra-ataque, mas Egídio chega de carrinho, de forma providencial, para ficar com a bola, desarmando o atacante cearense que sairia cara a cara com Fábio. Egídio salvou o gol, numa cobertura sensacional.

☺ 57’ – PRA PERDER A PACIÊNCIA - Orejuela avança pela direita e cruza. A bola passa por Fred, e David, mesmo sozinho, finaliza mal demais, por cima do gol de Diogo Silva.

♣ 59’ – Troca no Cruzeiro – Sai Robinho e entra Ezequiel. Não gostei da mexida.

☺ 64’ – Egídio cruza a meia altura, Tiago Alves afasta e torcida do Cruzeiro pede toque na mão. O juiz manda a jogada seguir sem consultar o VAR.

☻ 70’ – FÁBIO OPERA MILAGRES - Matheus Gonçalves entorta Dedé e finaliza de canhota, para boa defesa de Fábio. No rebote, Felipe Cardoso finaliza para mais uma grande defesa do goleiro cruzeirense. Thiago Galhardo pega este novo rebote e finaliza na trave. Escapamos por pouco.

♣73’ – Rogério Ceni enfim se cansa de David e lança o garoto Maurício no lugar dele.

☺ 75’ – Orejuela cruza para Fred, que sobe mais que Valdo, mas vê a bola desviar no zagueiro e sair pela linha de fundo.

☻ 76’ – INACREDITÁVEL – GRAÇAS A DEUS – O Ceará sai em contra-ataque após erro na saída de bola de Dedé (errou 6 passes no jogo hoje), Matheus Gonçalves recebe sozinho, na grande área, pela esquerda, mas, ante a saída de Fábio, finaliza pra fora.

☻ 78’ - Matheus Gonçalves leva vantagem de novo sobre Dedé e toca para Ricardinho. O meia do Ceará é travado pela defesa, mas, a bola acaba lhe dando uma 2ª chance no rebote, mas, para nossa sorte ele finaliza de novo, mas, para fora. Entramos na fase perigosa do jogo para o Cruzeiro. É incrível como os adversários criam chances no último 1/6 dos jogos.

☺ 81’ – Córner para o Cruzeiro. Na cobrança a bola viaja, Dedé raspa no alto, a defesa rebate e a bola sobra para Fred, que aproveita o bate-rebate na área, domina de costas para o gol e finaliza de bicicleta, mas Diogo Silva, bem posicionado, segura firme.

☺ 82’ – Orejuela dá arrancada sensacional bela direita e toca para Maurício, que vem atrás e finaliza rasteiro, sendo travado de forma sensacional por Fabinho.

☺ 86’ – RASPANDO A TRAVE - Após Diogo Silva evitar arremate de Fred, a bola sobra para Orejuela, que limpa o marcador e finaliza cruzado, tirando tinta da trave do goleiro cearense.

♣ 90 + 5’ – FIM DE JOGO – Restaurada a confiança do Cruzeiro.


☻ A SÙMULA DO JOGO: Ceará 0 x 0 Cruzeiro


♦ MOTIVO: 21ª Rodada do Campeonato Brasileiro de 2019

♦ Local, Data, Hora: Castelão, Fortaleza, 25/09/2019, 19:30 h

♦ Arbitragem: Bráulio Machado, Helton Nunes, Eder Alexandre (SC).

VAR: Rafael Traci (SC)

♦Cartões Amarelos: Fábio, Fabrício Bruno e Fred (Cruzeiro) + Samuel Xavier e Leandro Carvalho (Ceará)

♦ Gols: não houve

♦ Público Pagante: 18.272

♦ Renda: R$ 146.002,00 (Ticket Médio = R$ 7,99)


♦ Cruzeiro: Fábio, Orejuela, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson e Robinho (Ezequiel); Marquinhos Gabriel, Pedro Rocha (Fred) e David (Maurício.

DT: Rogério Ceni

☻ Ceará: Diogo Silva, Samuel Xavier, Valdo, Tiago Alves e Carletto; Ricardinho e Fabinho; Felipe Baxola (Mateus Gonçalves), Thiago Galhardo e Leandro Carvalho (Wescley); Bergson (Felipe Cardoso).

DT: Enderson Moreira.


As homenagens desta coluna hoje vão para um time de grandes cruzeirenses formado por: Ademar de Carvalho Barbosa, Beto Carvalho, Carlos H. C. Campos (Resende-RJ), Duílio Victor, Eder Lana Oliveira, Flávio Carvalho, Lívia Lemos, Gustavo Freitas, Hermínio Lemos, Marlon Marcelo Fonseca e Alessandra Figueiroa Navarro.


E de Conceição do Mato Dentro-MG: Hoje as homenagens vão para: Otacílio Costa Neto, Gilsinho Vertelo, Lucas Galdino, Anacleto Martini Ribeiro, Romeu Madureira, Geraldo Alves Machado, Paulo Henrique Carneiro Motta, Cláudio Alberto Carvalho Carneiro, Sebastião Costa Filho, Douglas Duarte Andrade e Álisson Duarte Andrade.


“Cruzeiro, Cruzeiro Querido...Tão Combatido, Jamais Vencido”



Por: João Chiabi Duarte - @JoaoChiabDuarte

Edição: Renata Batista - @Re_Battista

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco