• DebateZeiros Cruzeiro

Corinthians 1x0 Cruzeiro. Quem não faz...

O Cruzeiro foi à Itaquera querendo impedir que o Corinthians abrisse uma vantagem considerável na liderança, mas fracassou. Os donos da casa iniciaram a partida com Cássio; Paulo Roberto, Balbuena, Pablo e Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel, Jadson e Romero; Jô. Mano Menezes precisou contornar a ausência de Robinho e mandou à campo: Fabio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Henrique e Cabral; Thiago Neves e Ábila.

Quem esperava uma pressão inicial dos donos da casa se enganou. O Corinthians iniciou o jogo indo ao ataque, mas de forma mais comedida, se precavendo contra possíveis investidas do time Celeste. A equipe de Mano por sua vez, esperava em seu campo de defesa e apostava em Thiago Neves e Ábila.

Cabral, incrédulo com a chance claríssima perdida por Ábila.

Apesar de um bisonho chute de Thiago Neves aos 15 e outro lance em que Cabral cabeceou sozinho, logo o adversário mudou a sua postura e passou a agredir o Cruzeiro. O Corinthians apostava em Romero que, atuando pela esquerda conseguia levar vantagem em cima de Ezequiel, porém não levava perigo ao gol de Fábio. Henrique, atuando à frente da zaga, fez uma partida desastrosa, sendo amarelado logo no início. Contornando estas situações, o time de Mano Menezes se defendia relativamente bem. O Adversário tinha maior posse de bola e conseguia algumas escapadas pelas laterais. Rafinha se destacava mais por recompor e acompanhar as subidas de Arana que na construção de jogadas. Ábila, infelizmente, errava muitos passes, inclusive um contra-ataque que levava muito perigo ao gol de Fábio. No finalzinho do primeiro tempo, infelizmente veio o castigo. Em Escanteio cobrado aos 43, Balbuena veio de trás por entre Léo e Diogo Barbosa e, aproveitando-se da indecisão de Fábio, cabeceou sem chances para o goleiro celeste. Que falta fez Dedé nesta zaga!

Mano, corrigindo um erro, substituiu Henrique por Alisson. A postura do time mudou: Aos 6, em um escanteio, Ábila desperdiçou: Sozinho na pequena área, mandou por cima do gol. Imperdoável para um centroavante. O Corinthians diminuiu o ritmo, mas continuava a atacar e levando perigo em lances de bola parada. Fabio interviu muito bem. O Cruzeiro conseguia criar jogadas, porém esbarrava na defesa do Corinthians e na incompetência do seu ataque. Ábila e Thiago Neves destoavam. Aos 25, Rafinha deu lugar a Rafael Sóbis. Alteração que melhorou sensivelmente o time celeste, afinal saiu um “secretário de lateral” e entrou um atacante. O Cruzeiro inverteu a situação do primeiro tempo, levando perigo ao gol de Cássio, mas não teve competência para marcar. E o placar ficou em 1x0 para os donos da casa, que mentem a liderança do campeonato.

Na imagem, o posicionamento do time no primeiro tempo. Cabral assumiu a armação e Thiago Neves, aberto. Pena errar tantos lances.

Opinião #DebateZeiros: Houve um pênalti não marcado em Ábila, porém aconteceram também 2 impedimentos mal marcados em ataques do Corinthians. Desta vez o Mano não culpou a arbitragem, mas ao ser questionado sobre “esperar o time levar um gol para mudar a postura”, disse que isso não acontece. Se, em algum momento, o pensamento do treinador era de título brasileiro, passou da hora de mudar seus conceitos, pois estamos há 9 pontos do líder e há três jogos falando em “manter postura do segundo tempo#AcordaMano

Por: Helton Santos @HeltonSantos85

Ficha Técnica da Partida

CORINTHIANS 1 x 0 CRUZEIRO

7ª rodada - Campeonato Brasileiro

Data: 14 de junho de 2017, quarta-feira

Horário: 21h45

Local: Arena Corinthians

Corinthians:

Cássio; Paulo Roberto, Balbuena, Pablo e Arana; Gabriel e Maycon; Marquinhos

Gabriel (Clayson), Jadson (Giovanni Augusto) e Romero (Camacho); Jô.

Técnico: Fábio Carille.

Cruzeiro:

Fabio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Henrique (Alisson) e

Ariel Cabral; Thiago Neves (Rafael Marques), Ramon Ábila e Rafinha (Rafael Sóbis).

Técnico: Mano Menezes

Gol: Balbuena, aos 42 minutos do primeiro tempo.

Público pagante: 30.465

Público Presente: 30.774

Renda: R$ 1.462.205,40

Árbitro: Leandro Vuaden (RS)

Assistentes: José Eduardo Calza

Maurício Coelho da Silva Pena (ambos RS)

Cartões amarelos: Henrique (Cruzeiro).

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco