• DebateZeiros Cruzeiro

Atlético-MG 3x1 Cruzeiro: Duplo Apagão

O 500º clássico entre Atlético e Cruzeiro foi disputado neste domingo, no Independência, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os mandantes foram a campo com Victor; Alex Silva, L.Silva, Gabriel e Fábio Santos; Roger Bernardo, Yago, Elias e Cazares; Robinho e Fred. Mano Menezes manteve o time que enfrentou o Palmeiras, inclusive a contestada dupla de zaga. O Cruzeiro iniciou a partida com Fábio; Ezequiel, Caicedo, Leo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Ariel Cabral, Robinho e Thiago Neves; Alisson e Rafael Sóbis.

Créditos Imagem: © Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Com um início avassalador do Cruzeiro, que dominou a partida nos primeiros 30 minutos, Thiago Neves fez o primeiro gol do jogo após excelente jogada de Alisson logo aos 5 mininutos da primeira etapa. Com trocas de passes rápidos o Cruzeiro envolvia a defesa atleticana e teve no mínimo mais três chances claras de gol.

Uma com o próprio Thiago Neves batendo falta perfeita, mas que teve uma defesa milagrosa de Vitor colocando para escanteio. Outra com Caicedo dentro da pequena área escorando um cruzamento de Robinho a bola passou rente a trave direita de Vitor. E o outro lance que quase resultou em gol para time azul foi um cruzamento que veio da direita o zagueiro Gabriel do Atlético tentou cortar e a bola bateu na trave e foi para fora, com Vitor totalmente batido no lance.

Após esse domínio cruzeirense parece que houve um apagão no time. Como tem acontecido nos últimos jogos do Cruzeiro. Começa bem e depois o time cai de rendimento de repente. Na reta final da primeira etapa, porém, teve esse apagão e o time viu o rival virar a partida, com um gol de Cazares de falta, que para mim houve falha no posicionamento da barreira e falha de Fábio que nem se quer foi na bola, e outro de Fred, livre, livre sem ninguém a marcá-lo, tudo em um intervalo de dois minutos. Em vantagem, o Atlético-MG cresceu no segundo tempo e não deu chances para o empate celeste. Ainda ampliou com Fred, novamente livre, fechando o placar: 3 a 1. Na saída de campo, Fábio, uma das lideranças do time celeste, tentou explicar a derrota. Segundo ele, o que faltou foi uma atenção constante do sistema defensivo, que bobeou em um jogo que, por ser entre duas boas equipes, não pode falhar.

Aos 39 minutos do segundo tempo, o outro apagão. As luzes do Independência se apagaram, e o jogo foi paralisado. O motivo? Um curto-circuito na área destinada à imprensa. O problema foi resolvido, e a partida retomada 14 minutos depois. A torcida aproveitou o período para fazer a festa nas arquibancadas.

Com a derrota, o Cruzeiro caiu para 13º lugar, estacionado nos 14 pontos. O time volta a treinar na quarta-feira visando o confronto contra o Palmeiras, desta vez pelo Brasileirão. O jogo será no domingo, às 16h. A fase não é boa, mas esperamos que a torcida faça sua parte e vá a campo cobrar uma “postura de Cruzeiro” aos responsáveis pelo futebol do clube.

Por: Frank Polck - @fpfrg

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-MG 3 X 1 CRUZEIRO

10ª Rodada – Campeonato Brasileiro

Data: 02/07/2017

Horário: 16h00

Local: Independência

Público: 17.251

Renda: R$ 569.140,00

ATLÉTICO-MG

Victor, Alex Silva, Leonardo Silva (Bremer, aos 4 do 1º), Gabriel e Fábio Santos; Roger Bernardo,

Yago (Adilson, aos 32 do 2º), Elias e Cazares; Robinho e Fred (Rafael Moura, aos 34 do 2º).

Treinador: Roger Machado.

CRUZEIRO

Fábio, Emanuel, Léo, Caicedo e Diogo Barbosa; Lucas Romero, Ariel Cabral, Robinho (Élber, aos

24 do 2º) e Thiago Neves; Alisson (Sassá, aos 34 do 2º) e Rafael Sóbis (Ábila, aos 12 do 2º).

Treinador: Mano Menezes.

Gols:

Thiago Neves aos 5, Cazares aos 47 e Fred aos 49'/ 2ºT

Fred - 33'/ 2ºT

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa/RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e

Elio Nepomuceno Andrade (RS)

Cartões Amarelos:

Fábio Santos, Robinho, Marlone e Roger Bernardo

Ramon Ábila, Rafael Sóbis, Ariel Cabral e Caicedo

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco