• DebateZeiros

Joinville 0x0 Cruzeiro: Pouco a se aproveitar.


Cruzeiro e Joinville se enfrentaram nesta terça pela Copa da Primeira liga. Mano mandou à campo: Lucas França, Mayke, Dedé, Murilo e Fabrício; Hudson, Romero e Lucas Silva; Rafinha, Raniel e Elber. O time da casa iniciou com Ferreira, Lucas Sum, Igor Candiota, Leonardo Coltro, Madson e Formiga, Renan, Janderson, Eduardo Person, Gustavo Xuxa e Derick.

Torneio alternativo. Time já classificado. Jogo anterior em menos de 72h. Adversário com reservas e sub-20. Escalação integralmente de reservas... Os atrativos para o jogo desta terça realmente eram poucos e talvez se limitassem ao Retorno de Dedé e expectativa na atuação de Hudson, que substituirá Henrique. Logo no primeiro lance o volante já assustou a comissão técnica, recebendo uma pancada do adversário. O time, mesmo integralmente composto por reservas mostrou uma boa distribuição tática, jogando em um 4-3-3, com três volantes, Rafinha e Elber abertos, Raniel como centroavante. Lucas Silva aparecia como opção para jogadas. Rafinha em alguns lances, jogando pelo meio. E assim o Cruzeiro teve sua melhor oportunidade. Rafinha arrancou pelo meio e enfiou a bola entre a zaga para Raniel, que driblou o goleiro mas mandou na trave. Pecado!

No segundo tempo, logo aos 4, Marcus Vinícius entrou em lugar de Hudson, por precaução. Com um jogador de meia em campo o Cruzeiro teve ainda mais oportunidades, porém não converteu. Lucas França assistia de camarote a partida. Aos 15, Mano trocou Raniel por Alex, mudando o posicionamento da equipe. Elber, de atuação regular, passou a jogar como “falso 9”, Rafinha e MV, abertos. Aos 29, Mano sacou Romero para a entrada de Bryan, que passou a atuar pelo meio. Após as substituições, o Cruzeiro, mesmo de forma embolada, continuou a criar, porém a tônica de finalizações ruins persistiu.

Final de jogo, 0x0. O time não conseguiu ser o melhor primeiro colocado, porém não se sabe também qual importância será dada a esta competição. Será mesmo que vale a pena manter este torneio? O jogo serviu mesmo para tentar dar ritmo a alguns jogadores, como citado por Mano, mas mostrou também certa deficiência nas finalizações. De importante mesmo, o Retorno de Dedé. #OMitoVoltou

Créditos da imagem: Geraldo Bubniak / Cruzeiro

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco