• Renata Batista

Conquista da Supercopa Libertadores da América

Em 20 de novembro de 1991, o Cruzeiro conquistava a Supercopa Libertadores da América.

Esta foi a quarta edição deste torneio de futebol que reunia os clubes campeões da Taça Libertadores da América. A decisão foi contra o River Plate. O primeiro jogo da final foi em Buenos Aires, no dia 13 de novembro, e o River conquistou um placar de 2 a 0. Resultado confortável que poderia ser facilmente mantido para a próxima partida. O segundo jogo, 20 de novembro, no Mineirão, o Cruzeiro teria a difícil missão, impossível para muitos, de vencer por três gols de diferença para levantar a taça. O que ninguém poderia imaginar é que o Cruzeiro aplicaria um dos maiores bailes sobre o River Plate. Com o placar de 3x0, o Time Celeste ficou com o título. Para a geração de torcedores cruzeirenses da década de 1990, foi a maior vitória da história do clube e para a torcida adversária a derrota mais inesquecível. **Ficha do Jogo CRUZEIRO 3 x 0 RIVER PLATE (ARG) Data: 20/11/1991 - Supercopa (final) - Mineirão (Belo Horizonte, MG) Público: 67.279 (Cr$ 218.402.000,) Árbitro: Hernán Silva (CHI) Auxiliares: Gastan Castro (CHI) e Enrique Marin (CHI) Gols: Ademir 34’; Mário Tilico 51’ e 74’ Cruzeiro: Paulo César, Nonato, Adilson, Paulão, Célio Gaúcho, Ademir, Boiadeiro, Luiz Fernando (Macalé), Mário Tilico (Paulinho), Charles, Marquinhos. T: Enio Andrade River Plate: Ángel Comizzo, Jorge Gordillo, Jorge Nicolás Higuaín, Guillermo Rivarola, Carlos A. Enrique, Hernán Diaz (Sergio Berti), Leonardo Astrada, Gustavo Zapata (Julio César Toresani), Juan Borelli, Ramón Medina Bello, Ramón Díaz. T: Daniel Passarella CA: Paulão (C); Rivarola (R)


Por: Renata Batista - @Re_Battista

Referências: https://pt.wikipedia.org/; http://almanaquedocruzeiro.blogspot.com.br/

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco