• Renata Batista

Conquista da Copa Ouro


Elenco do Cruzeiro em 1995


Em 02 de novembro de 1995, o Cruzeiro conquistava a Copa Ouro. Competição oficial de futebol organizada pela CONMEBOL, disputada entre 1993 e 1997, com exceção de 1994 (devido a Copa do Mundo), pelos campeões da Copa Conmebol, Copa Master da Supercopa, Supercopa Sul-Americana e Copa Libertadores.

A edição de 1995 foi disputada por apenas dois clubes: Cruzeiro (campeão da Copa Master de 1995) e São Paulo (campeão da Copa Conmebol de 1994). Os argentinos Vélez Sársfield, vencedor da Copa Libertadores da América de 1994, e o Independiente, da Supercopa Libertadores 1994, decidiram não participar.

A primeira partida da final (24 de outubro), no Mineirão, o São Paulo venceu o Cruzeiro por 1 a 0. O fato curioso é que o jogo foi suspenso no início do segundo tempo, pois o Cruzeiro, que teve quatro jogadores expulsos no primeiro tempo e gastou todas as suas substituições, teve mais um jogador contundido (Na foto ao lado, o exato momento da contusão do jogador Luís Fernando Flores), ficando com apenas seis em campo, e, de acordo com a regra, o número mínimo de atletas é de sete por time. Na segunda partida, no Morumbi, o Cruzeiro devolveu o mesmo placar. Na disputa de pênaltis, o time celeste venceu por 4 a 1 e sagrou-se campeão.



O atacante Paulinho Maclaren tenta conter o zagueiro Vanderci revoltado com a sua injusta expulsão pelo arbitro Wilson de Souza Mendonça na decisão da Copa Ouro de 1995 entre Cruzeiro e São Paulo. O lateral Rogério Pinheiro, pivô da confusão, estendido no chão, após receber falta de Rogério do Cruzeiro.





**Ficha do Jogo São Paulo 0 (1) x (4) 1 Cruzeiro – Decisão da Copa Ouro de 1995 – Jogo de volta Data: 02/11/1995 Local: Estádio do Pacaembu, São Paulo. Arbitragem: Félix Benegas (PAR) Público: 4.680 pagantes. Renda: R$ 36.780,00 Gol: Dinei, aos 13 minutos do segundo tempo. Pênaltis: Nonato (C) – Gol; Alemão (SP) – Perdeu; Paulinho McLaren (C) – Gol; Bordon (SP) – Perdeu; Alberto (C) – Gol; André Luiz (SP) – Gol; Gélson (C) – Gol. São Paulo: Zetti; Bordon, Rogério Pinheiro (Catê), Gilmar e André Luiz; Alemão, Toninho Cerezo, Donizete e Denílson (Palhinha); Caio e Amarildo. Técnico: Telê Santana. Cruzeiro: Dida; Nonato, Gélson, Ademir e Serginho; Ricardinho, Belletti, Alberto e Sotelo (Dinei); Paulinho McLaren e Roberto Gaúcho (Rodrigo Silva). Técnico: Ênio Andrade


Os jogos desta edição da Copa Ouro também valeram pela Supercopa Libertadores 1995.

Por: Renata Batista - @Re_Battista

Referências:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Wikipédia:Página_principal http://almanaquedocruzeiro.blogspot.com.br/

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco