• Ezequiel Silva

Ronaldo chegou! É hora de virar a página

A vinda de Ronaldo Nazário a Belo Horizonte encerra um capítulo da história do Cruzeiro e marca definitivamente a virada de página para uma nova trajetória. O empresário, dono de 90% das ações da SAF criada pelo Cruzeiro, foi à Toca da Raposa para tomar posse do seu patrimônio e esclarecer algumas dúvidas da imprensa e da torcida, em relação ao empreendimento. Além de encontros com funcionários do clube, jogadores e patrocinadores, Ronaldo concedeu entrevista coletiva e participou de uma live com os sócios do futebol.

Ronaldo chega na Toca da Raposa 2 e é recebido por sócio-torcedores e funcionários. Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro


Um dos assuntos mais abordados nas interações foi a saída do goleiro Fábio. E o que ficou muito claro é: não dá para voltar atrás, é hora de virar a página. As falas de Ronaldo fecham uma lacuna e colocam um ponto final na discussão, uma vez que agora temos uma palavra oficial por parte da diretoria, explicando todo o imbróglio financeiro que seria manter o jogador atuando na Toca por mais uma temporada. Ronaldo disse ainda que as portas estão abertas ao goleiro, ídolo eterno da Nação Azul.


É uma passagem triste na história do Cruzeiro a saída tão confusa de um jogador tão querido. A forma como ele foi tratado pela diretoria ficará como uma mancha na nossa história. Porém, temos que entender que o Cruzeiro segue. E como cruzeirense, entendo que nenhum jogador é maior que o clube. Não concordo como tudo foi feito, mas entendo o lado da empresa. O Cruzeiro continua, e quem sempre esteve ao seu lado, independente de jogador A ou B, seguirá apoiando. Esse é o sentimento.


Ronaldo explicou que a situação do clube é grave, expôs que a coisa é pior do que ele e sua equipe imaginavam. Um clube não se reconstrói sem a sua torcida, e é com esse sentimento que ele chama o torcedor a participar, a associar-se e ir aos jogos. Que ele veio por dinheiro, todos sabemos. E é por isso que ele tem procurado cuidar bem das coisas, escolhendo as pessoas de sua confiança, exatamente para não perder o investimento que fez. Deixou claro que o clube tem um dono, e que as decisões desse dono não são tomadas respeitando a vontade popular. Elas respeitam o bolso de quem coloca dinheiro. É uma nova realidade, é um novo Cruzeiro.


Abraço aos amigos e amigas do DebateZeiros!



Por: Ezequiel Silva - @ezequielssilva89

Edição: Renata Batista - @Re_Battista