• Ezequiel Silva

Dias de glória

O Cruzeiro está voltando!


Disso não temos mais nenhuma dúvida. Diante do histórico do campeonato e do que vem apresentando o time do técnico Paulo Pezzolano, a confirmação matemática é apenas uma questão de tempo, mera formalidade.

Focado no objetivo, e obsessivo pelo resultado em cada partida, o time celeste torna-se imbatível, inabalável. A esperança do acesso nunca foi tão real, a ansiedade consome o coração fanático, que anseia pelo próximo jogo, pelo tropeço dos concorrentes, pela pontuação ideial e pela confirmação do renascimento.


Sim, o Cruzeiro está renascendo! Assim como o fez em 1942, quando, por questões alheias ao desporto, foi obrigado a “apagar-se” enquanto Palestra e fazer-se Cruzeiro. Do mesmo modo que renasceu na virada dos anos 1950 para os mágicos anos 1960; e na “década perdida”, antes de dominar o Brasil e a América nos anos 1990.


Fico a imaginar o ódio dos rancorosos que um dia sonharam com a nossa aniquilação. Não foi dessa vez! Eles viverão para assistir às nossas páginas heroicas novamente, e para remoerem os seus piores momentos diante da camisa mais azul do mundo.


Os dias de glória estão próximos. Seja por detalhes matemáticos, ou por uma questão de prazo, teremos que aguardar ainda algumas semanas para a confirmação do retorno. Não está fácil segurar a ansiedade, como não será fácil segurar a emoção quando esse dia finalmente chegar.


Foto: Flickr do Cruzeiro


As lágrimas correm no rosto cruzeirense só de imaginar o Mineirão, as ruas de BH, as praças mineiras, cada reduto celeste pelo mundo pipocando de gente feliz a festejar o retorno do nosso maior legado, o gigantesco Cruzeiro Esporte Clube.


É uma emoção sem tamanho, guardada há quase mil dias, e que a qualquer momento vai explodir, gritar, celebrar. Nós merecemos demais esse momento. Cada um que sofreu, chorou, perdeu as esperanças, não enxergou luz no fim do túnel. Nós merecemos celebrar.


Vamos Cruzeiro! Vamos lutar! Vamos jogar com raça! Sair dessa desgraça, e voltar pra Série A!!!


Um abraço aos amigos do DebateZeiros.



Por: Ezequiel Silva - @ezequielssilva89

Edição: Renata Batista - @Re_Battista