Chapecoense 1x2 Cruzeiro: Uma vitória quase tranquila e convincente!

11/09/2017

Cruzeiro e Chapecoense se enfrentaram neste domingo na Arena Condá, em Chapecó. Mano Menezes mandou força quase máxima a campo, e pensando na grande final da Copa do Brasil, escolheu Raniel para iniciar no comando de ataque. Cruzeiro foi escalado com Fabio, Ezequiel, Léo, Murilo, Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva, Robinho, Rafinha; Arrascaeta e Raniel. Do outro lado, a Chapecoense tinha várias caras conhecidas do torcedor Cruzeirense, Eutrópio mandou a campo Jandrei, Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno, Roberto, Canteros, Moisés, Seijas, A. Caike, Túlio de Melo, W. Paulista.

 

Créditos de Imagem: Washington Alves - Agência Light Press

 

A partida começou com a Chapecoense tentando pressionar o Cruzeiro, e até os 15 minutos da etapa inicial o time não conseguia sair com qualidade. Mas a medida que o time da casa foi afrouxando a marcação, o Cruzeiro conseguiu tocar a bola e dominar a partida completamente. Algumas chances eram criadas e o gol era questão de tempo. A Chapecoense só levava perigo no jogo aéreo com o atacante Tulio de Melo, mas paravam sempre em defesas espetaculares de Fábio. Foi então que no fim do primeiro tempo em belíssima assistência de Raniel, Rafinha com muita tranquilidade abriu o placar, 1 a 0. O gol fez justiça ao que foi a partida no primeiro tempo.

 

O Cruzeiro jogou no mesmo esquema tático que vem sendo usado costumeiramente. Ofensivamente um 4-2-3-1, com Arrascaeta fazendo a mesma função de Thiago Neves. O uruguaio se movimentou por todo o ataque e fez excelente partida. Defensivamente ele ficava com Raniel a frente e se formavam duas linhas de quatro atrás deles.

 

Na volta do intervalo o jogo continuou o mesmo com amplo domínio do time Cruzeirense. Algumas chances eram criadas sem forçar muito o ritmo e com muita tranquilidade. Arrascaeta teve duas excelentes chances de fazer o segundo gol, mas foi Raniel em um rebote e quase sem angulo que ampliou o placar, 2 a 0.

 

Foi então que o técnico Mano Menezes começou a mexer na equipe e colocou alguns titulares em campo, entraram Alisson, Sassá e Thiago Neves. E a partir daí o ritmo do jogo e da equipe caiu demais. O Cruzeiro sentiu a saída de Arrascaeta. O camisa 30, que entrou em seu lugar, fez mais uma partida muito ruim: Entrou displicente, errando jogadas e não se apresentando para o jogo. A Chapecoense sem nenhuma organização jogava bolas na área em busca de seus atacantes. Aos 38 minutos, em uma dessas bolas na área Tulio de Melo fuzilou Fabio com uma cabeçada indefensável, 2 a 1. O gol acabou gerando uma tensão desnecessária nos minutos finais, mas a equipe celeste conseguiu segurar o placar sem levar sustos.

 

Opinião #DebateZeiros: O Cruzeiro fez uma partida tranquila e dominante em um estádio que costuma ser difícil de jogar para todos adversários da Chapecoense, por mais que tenham um time muito fraco e forte candidato ao rebaixamento.  O ponto fraco do time celeste foi a marcação na bola aérea ao atacante Tulio de Melo, é um atacante muito alto e forte sim, mas a nossa defesa já sabia disso e deu muita liberdade a ele. Deviam ter tentado desestabilizar o atacante no corpo, já que pelo alto nenhum de nossos zagueiros conseguiria competir.

 

Foi bom de ver como o time controlou o jogo no meio campo com toque de bola e o envolvimento participação de Arrascaeta na partida.  Fabio com defesas espetaculares e Raniel com um gol e uma assistência também se destacaram. Isso é excelente pensando na final da Copa do Brasil. Os jogadores ganhando muita confiança, e isso é um fator fundamental pensando no título. E pensando nesse aspecto era importante que Robinho e Thiago Neves também tivessem boas atuações nos dois jogos que temos nesse caminho até dia 27. Ambos vêm numa sequência muito fraca e vão ser muito importantes se quisermos ser campeões.

 

Por: Felipe Ávila - @FelipeAvilaP

FICHA TÉCNICA - CHAPECOENSE 1X2 CRUZEIRO

 

🏆 Brasileirão - 23ª Rodada 🏆

📅 Data: 10/09/2017

🕛 Horário: 19h00

🏟  Local: Arena Condá - SC

 

 

PÚBLICO E RENDA

Presentes: 9.676

Renda: R$ 195.950,00

 

CHAPECOENSE

Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Roberto (Diego Renan, aos 39’ do 2ºT); Moisés Ribeiro, Canteros, Seijas (Julio Cesar, aos 15’ do 2ºT) e Arthur (Penilla, aos 15’ do 2ºT); Wellington Paulista e Túlio de Melo.

TÉCNICO: Vinícius Eutrópio.

 

CRUZEIRO

Fábio; Ezequiel, Murilo, Léo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva, Rafinha, Robinho (Alisson, aos 24’ do 2ºT) e Arrascaeta (Thiago Neves, aos 20’ do 2ºT); Raniel (Sassá, aos 29’ do 2ºT).

TÉCNICO: Mano Menezes

 

GOLS:

Rafinha, aos 45’ do 1ºT;

Raniel, aos 18’ do 2ºT;

Túlio de Melo, aos 38 do 2ºT;

 

🚩 Arbitragem: Leandro Bizzio Marinho - SP (CBF)

🚩 Assistente 1:  Daniel Paulo Ziolli - SP (CBF)

🚩 Assistente 2:  Daniel Luis Marques - SP (CBF)

 

 

Cartão amarelos:

Canteros, Douglas Grolli;

Murilo

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Sua opinião é muito importante para nós!

Deixe sua crítica, elogio ou sugestão para que possamos melhorar sempre!

Fale Conosco